Webmail

Webmail

Notícias

Notícias

Segurança do Trabalho

Segurançado Trabalho

Fale Conosco

Inscrições

Trabalhe Conosco

Trabalhe Conosco

Área Restrita

Área Restrita

Newsletter

Receba novidades, preenchendo seus dados nos campos abaixo:

Previsão do Tempo

Governo prorroga prazo de IPI reduzido para carros e caminhões

SETCAMAR A FORÇA DO TRANSPORTADOR

Superintendente Geasi Oliveira de Souza
Por: Giseli S. Casotti

Maringá 02 de abril de 2013

O governo prorrogou para 31 de dezembro de 2013 o valor das atuais alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que seriam ajustadas nesta segunda-feira (1º). A medida, válida para automóveis e caminhões, tem o objetivo de estimular o setor automotivo e toda a cadeia automobilística – autopeças, estofamento e acessórios.


No caso dos caminhões, a alíquota permance em zero. Para os veículos flex e a gasolina de até 1.000 cilindradas, a alíquota subiria de 2% para 3,5% - o percentual original do IPI incidente sobre veículos de até 1.000 cilindradas é de 7%.

Para os carros flex de 1.000 a 2.000 cilindradas, a alíquota do IPI deveria passar dos atuais 7% para 9%, enquanto para os veículos a gasolina, de 8% para 10%. O governo decidiu manter as alíquotas nos atuais 7% para os veículos flex e 8% para gasolina. O IPI original desse segmento é de 11% para carros flex e 13% para os movidos a gasolina.

Para veículos acima de 2.000 cilindradas, a alíquota permanece inalterada em 25% para os veículos a gasolina e em 18% para os carros flex. Também foi prorrogada a alíquota de 2% de IPI até 31 de dezembro para veículos comerciais leves. A alíquota original nesse segmento é de 8%.


De acordo com o Ministério da Fazenda, a renúncia fiscal adicional, referente aos meses de abril a dezembro, será de R$ 2,2 bilhões.

 

Confira um resumo das alíquotas:

tabelaipi.jpg

 

 

Fonte: Agência CNT de notícias    

http://www.cnt.org.br/Paginas/Agencia_Noticia.aspx?noticia=ipi-caminhoes-carros-01042013

Associados